Esta pessoa tem US$ 1 milhão e não consegue achar uma casa para comprar

Tenho me interessado cada vez mais pelo movimento Minimalista. Felizmente há mais e mais pessoas engajadas neste estilo de vida que privilegia aquilo que faz a vida valer a pena: amor, tempo livre, família, amigos, trabalhar com propósito e etc.

Você encontra neste link alguns posts sobre Minimalismo, incluindo um belíssimo documentário e um podcast.

Minha identificação com o Minimalismo foi automática. Conforme a gente fica mais velho percebe que senão começar a valorizar aquilo que realmente importa, vamos ficar para sempre neste círculo vicioso de querer sempre mais: mais dinheiro, mais objetos, mais conquistas materiais. Sempre olhando para fora e nos comparando com os outros…

E quando finalmente conseguimos a tão sonhada promoção ou casa dos sonhos, o que acontece? Queremos mais…

Este tipo de loucura está tomando conta das pessoas, arruinando relacionamentos, carreiras e famílias. A loucura se manifesta de diversas formas e outro dia falei sobre o mercado imobiliário aqui.

Hoje volto a falar do assunto por que cruzei com esta história REAL e bizarra de uma família no Canadá que tinha 1 milhão de dólares disponível para comprar uma casa e não conseguia encontrar nada decente. Diante do ridículo da situação, veja o cartaz que a pessoa em questão fez: “Moradora de rua: Tenho 1 milhão de dólares e não consigo encontrar uma casa para morar. Por favor me venda sua casa. Obrigado. ”

Esta família mora em Vancouver e tinha vendido sua casa por $ 1.3 milhão. Tiveram muitas dificuldades para encontrar uma casa substituta, diante da loucura dos preços do mercado imobiliário por lá.

E você, vai entrar neste jogo?

O caminho alternativo existe. O movimento Minimalista comprova.

Clique aqui para o link completo da matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *