Author: Daniel Santos

A nobre arte de não estar nem aí…

Esta é a tradução que tentei fazer para um livro que tem um dos melhores títulos que já vi: “The Subtle Art of Not Giving a Fuck.” O livro segue o ritmo cômico do título, recheado de histórias que vão do bizarro ao drama. Na essência, é um livro sobre valores. O que você valoriza na sua vida? Sobre o quê você se importa? Sobre o quê precisa parar de se importar? Este livro surge num momento muito oportuno. E não é a toa que virou um best seller. Afinal, o mundo atual parece sofrer da síndrome da preocupação. Temos…

Esta pessoa tem US$ 1 milhão e não consegue achar uma casa para comprar

Tenho me interessado cada vez mais pelo movimento Minimalista. Felizmente há mais e mais pessoas engajadas neste estilo de vida que privilegia aquilo que faz a vida valer a pena: amor, tempo livre, família, amigos, trabalhar com propósito e etc. Você encontra neste link alguns posts sobre Minimalismo, incluindo um belíssimo documentário e um podcast. Minha identificação com o Minimalismo foi automática. Conforme a gente fica mais velho percebe que senão começar a valorizar aquilo que realmente importa, vamos ficar para sempre neste círculo vicioso de querer sempre mais: mais dinheiro, mais objetos, mais conquistas materiais. Sempre olhando para fora…

A Psicologia Positiva confirma a importância de praticar atividades físicas

Fiquei quase 20 anos sem praticar atividades físicas com constância. Finalmente, depois de uma subida na balança pós férias e do susto no ganho de peso, comecei a correr. Falo um pouco sobre minha experiência neste post. Cada vez que termino uma corrida de 30-35 minutos me sinto bem, energizado e despreocupado. Impossível não fazer uma correlação com a Psicologia Positiva, que defende exatamente o quanto este caminho para uma vida com Bem Estar pode ser alcançado, de forma simples como calçar um par de tênis e sair para correr. Pesquisas comprovam o quanto as atividades físicas fazem bem: –…

Tenho que ser feliz o tempo todo?

  Uma confusão muito comum quando falamos de Psicologia Positiva, é a noção de que precisamos ser felizes o tempo todo. Esta noção de que viver feliz 100% do tempo é a meta está errada. E a Psicologia Positiva não defende esta visão. Os momentos de dificuldade, sofrimento, tristeza, são fundamentais para criar mudança nas diversas áreas da nossa vida (família, carreira, projetos pessoais). Felicidade e tristeza são opostos que se complementam. Um não existe sem o outro. Se você estiver agora lendo este texto e passando por um momento de dificuldade, se entregue, aceite esta situação como uma oportunidade…

1 2 3 59