27 de jun de 2017

Qual o impacto que você cria nos outros?


Você está deixando as pessoas que passam por sua vida melhores ou piores?

O senso comum nos vende a ideia de que o mundo nunca esteve tão individualista. Segundo esta corrente, estamos caminhando a passos firmes para a desintegração da família e da sociedade. É cada um por si. Somos indivíduos preocupados com o que se passa na tela que está na nossa frente e nada mais.

Neste mundo de ideias extremistas (já falei sobre coxinhas x mortadelas aqui), parece que a solução contra o individualismo está em se tornar um super homem / mulher propagador de amor e ajuda ao próximo.

Este caminho passa por histórias como largar o emprego, ir fazer voluntariado na África ou sair das grandes cidades e viver em comunidades ecológicas.

Admiro pessoas que tem a coragem de fazer isso, mas e se eu e você tivermos outros planos?

É possível ser uma pessoa melhor, mantendo seu emprego atual, morando na mesma cidade, vivendo uma vida muito semelhante a sua.

Deixar nossa marca no mundo e impactar positivamente as pessoas ao nosso redor pode ser muito mais fácil do a gente imagina. 

Que tal começar a agir genuinamente com os outros? Diga aquilo que você sente.

Escutar com empatia, olhar nos olhos, conhecer mais sobre a história do outro ao invés de julgar. 

Estas e muitas outras são atitudes que não custam nada, não demandam mudança de carreira e nem um longo plano de negócios. Você pode começar a praticar agora.

Se você se interessa por este tema, clique no link abaixo para acessar um texto com uma linda história real que me inspirou a fazer este post Como ela mudou o mundo.

Um comentário: