12 de jul de 2016

A atitude em relação à vida é o que conta


Sempre é mais fácil analisar o passado com o olhar do presente. 

Com o passar dos anos começamos a olhar para o passado e refletir sobre nossos acertos e os erros. 

Se eu tivesse escolhido uma outra carreira, como estaria agora?

E se tivesse aceitado aquela oferta de emprego?

Quais decisões acertadas tomei? 

Quais decisões eu mudaria se tivesse a experiência que tenho hoje?

Esta reflexão é muito importante para aprendermos com o passado e principalmente projetarmos nosso futuro.

De qualquer forma, erros e acertos nos caminhos que a vida nos apresenta são normais. Afinal, como o filósofo Mário Sérgio Cortella diz "não nascemos prontos".

O que mais importa não é tomar sempre a melhor decisão. Isso é impossível, pois vai na contramão da própria jornada da vida. Temos que cometer erros para que possamos aprender.

Se os erros virão quer a gente queira ou não, o mais fundamental reside em nossa atitude diante da vida. 

Há muitas pessoas no mundo com atitudes diferentes em relação à vida: 

Temos os otimistas, que olham sempre para frente, fazendo do limão uma limonada.

Temos as vítimas, que colocam sempre a culpa dos problemas e dificuldades no "sistema", na política, nos outros.

Temos aqueles que estão de bem com a vida, mesmo que vivendo com pouco.

Daria para contemplar algumas dezenas de pessoas com diferentes atitudes em relação à vida. Mesmo cada um de nós pode ter diferentes atitudes em diferentes momentos de nossa vida.

Podemos acertar ou errar em nossas decisões, mas se tivermos uma atitude construtiva em relação à vida, nossa chance de experimentar uma vida plena é bem maior.

Qual tem sido sua atitude em relação à vida?

Um comentário:

  1. Ótima reflexão. Acredito que estarmos consciente sobre cada momento e como estamos lidando com ele, buscando melhorar o passo seguinte a partir do anterior. Abraço.

    ResponderExcluir