16 de fev de 2015

Como tem sido sua relação com o dinheiro?


 O filósofo John Armstrong defende que o dinheiro em si é neutro, apenas um meio de troca. Nós é que criamos uma série de significados e crenças ligadas ao dinheiro. Entender estas crenças e o quanto elas nos afetam é fundamental para melhorar nossa relação com o dinheiro.

Procure entender quais são suas histórias pessoais e familiares relacionadas ao dinheiro. Em que medida estas histórias e significados que você dá ao $ tem moldado seus hábitos, estilo de vida, auto-imagem e escolhas?

O ciclo do dinheiro* é basicamente:

Trabalho = Dinheiro
Dinheiro = Consumo, experiências

Refletindo sobre este ciclo:

Trabalho = Dinheiro

Como transformamos o trabalho em dinheiro é incrivelmente importante. Que esforço ou atividade você transforma em dinheiro? Em quanto dinheiro você transforma seus esforços e atividades?

A atividade que você transforma em dinheiro lhe dá significado?


Dinheiro = Consumo, experiências

Como transformamos o dinheiro em bens e experiências também é muito importante. Em que bens e experiências você converte o dinheiro? Com que eficiência você faz esta conversão?

Você tem gasto seu dinheiro em bens e experiências que valem a pena?

O ciclo ideal do dinheiro é transformar um trabalho que você ame em posses e experiências de valor perene e verdadeiro.

* Adaptado de "Como se preocupar menos com dinheiro", por John Armstrong, página 54.

Nenhum comentário:

Postar um comentário