30 de ago de 2013

O homem que queria salvar o mundo

Energia positiva, capacidade de ouvir, dialogar e inspirar, liderança pelo exemplo.

Marcas de uma liderança moderna. A verdadeira liderança que o mundo do século XXI necessita.

Marcas que se aplicam ao estilo de liderança de Sérgio.

No dia 19 de Agosto passado a morte do diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello completou 10 anos.

Ao longo de seus 34 anos de trabalho na ONU, Sérgio foi um exemplo de dedicação a um nobre propósito: construir um mundo mais justo.

O documentário "O homem que queria salvar o mundo" é baseado no livro de mesmo nome, escrito pela diplomata Samantha Power e um belo tributo a este herói brasileiro e cidadão do mundo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário