28 de abr de 2013

Qual o impacto daquilo que fazemos?

"Roberto precisava fazer uma avaliação de desempenho de Luís. Ao contrário do que costuma ocorrer, o gerente se preparou para esse momento, dedicando horas de sua agenda à tarefa. Refletiu sobre as contribuições de Luís e listou exemplos concretos das fortalezas do seu colaborador. Mas não parou por aí. Também fez a mesma coisa para as oportunidades de melhoria, balanceando suas conquistas e pontos fortes e onde poderia evoluir.

Luís ficou muito agradecido por ter recebido uma avaliação real e transparente, que tratava não só das suas virtudes mas também de como evoluir. Terminado o encontro, o colaborador sentia-se muito bem. Foi como se ele tivesse recebido uma injeção de motivação, energia e reconhecimento.

Naquele dia, no trajeto de volta para casa, Luís sentia-se extremamente alegre e bem-humorado. Ao chegar, ele e a esposa resolveram fazer um jantar especial. Luís contou sobre seu dia e, claro, passou um bom tempo falando da reunião especial e de como estava motivado. Conversa vai, conversa vem, o jantar terminou em algo mais.

E, naquela noite, o primeiro filho do casal foi gerado. Depois de dez anos, Luís ainda se lembra e confessa que sua reunião com Roberto, por incrível que pareça, foi um dos catalisadores desse momento inesquecível em que ele e a esposa criaram uma vida."

Será que é possível? 
Sérgio Chaia
Ed. Integrare Business, 2012


Uma bela história que ilustra o tamanho do impacto que podemos ter na vida daqueles que nos cercam.

Será que você está atento ao impacto "invisível" que pode gerar na vida dos outros?

Nenhum comentário:

Postar um comentário