2 de mar de 2013

Sua empresa é uma República ou Monarquia?


O Brasil se tornou uma República em 1889, quando a família real foi expulsa do poder.

Enquanto numa Monarquia quase a totalidade do poder político pertence ao rei, o escolhido de Deus para governar e liderar seu povo, numa República qualquer cidadão pode se candidatar ao cargo de presidente. O candidato que aglutina as melhores propostas e consegue comunicá-las de forma clara ao seu eleitorado geralmente vence a eleição.

É óbvio que a República é um sistema político muito melhor do que uma Monarquia. Democracia e República são forças convergentes enquanto que o mesmo não pode ser dito entre Democracia e Monarquia. Por essas e outras, a maioria dos países desenvolvidos e emergentes do mundo atual se transformou em República no último século. Os poucos países do Ocidente que ainda são uma Monarquia esvaziaram o poder dos Reis (casos de Espanha e Reino Unido, por exemplo).

República significa que todos são iguais e portanto devem ter os mesmos direitos. Não há enviados de Deus para nos dizer o que será feito.

Embora o Governo Brasileiro tenha se transformado numa República há mais de 100 anos, isso ainda não é uma realidade na maioria das empresas do país (e que hoje tem um poder econômico até maior do que o próprio governo).

Como há uma clara hierarquia de poder nas organizações, fica muito fácil para os chefes aceitar sua posição e simplesmente mandar alguém fazer o trabalho. Mas, sabemos muito bem que esta abordagem autoritária não funciona mais nos dias atuais (embora ainda exista em MUITAS organizações).

Mesmo em organizações aparentemente "democráticas", a verdade é que a maioria dos presidentes, diretores e gerentes se acha melhor do que os outros funcionários. Por mais velado que seja, este sentimento de superioridade se manifesta nos momentos de conflito, quando as emoções aparecem.  E nessas horas, quem grita é o chefe e não o subordinado...

Situações como esta se repetem todos os dias em organizações do país e do mundo.

O século XXI exige uma nova forma de distribuição de poder nas empresas. Chegou a hora de todos realmente serem tratados como iguais, do estagiário ao presidente.

A hierarquia é útil e necessária para a gestão de qualquer empresa, mas precisa ser utilizada na dose certa.

Se sua empresa ainda não implementou os seguintes processos, pode ser que ela esteja presa no passado da gestão de pessoas:

- Avaliação de clima organizacional, no qual todos os funcionários podem responder com 100% de transparência sobre como anda o clima de trabalho e a relação com gestores e pares

- Feedback e Coaching nas relações entre funcionário e gestor

- Conversas periódicas entre a Presidência, Diretoria e demais funcionários para melhorar os resultados e processos da empresa

- Comitês de inovação, nos quais os funcionários podem sugerir e liderar projetos que melhorem a organização


Se sua empresa ainda está no passado, você precisa começar a transformar sua organização numa REPÚLBLICA.

Um sistema que não é perfeito, mas que parte da idéia de que todos são iguais e merecem ser ouvidos. 

Todos são líderes em potencial e podem se tornar presidente um dia, se assim desejarem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário