11 de mar de 2012

Encontrando Forrester


Outro dia me deparei com o filme "Encontrando Forrester", um dos últimos da carreira do Sean Connery.

Este é daqueles filmes que começa devagar mas vai engrenando e mostrando lições cada vez mais profundas.

Connery faz o papel de um escritor aposentado que mora num bairro de periferia, cercado por jovens sem perspectivas. Um certo dia, um destes jovens entra no seu caminho e os dois começam a construir uma relação de amizade à partir do seu amor mútuo pela escrita. Neste momento os dois personagens (William Forester - o escritor e Jamal Wallace - o jovem) iniciam uma jornada que os leva a desafiar seus medos, crenças e descobrir (ou redescobrir no caso de William) seu potencial e papel no Mundo.

William faz o papel de tutor de Jamal mas em certos momentos este papel se inverte.

O filme traduz muito bem os efeitos de um sistema de educação que cobra desempenho dos alunos mas não os incentiva a encontrar seu próprio talento.

Uma ótima recomendação de filme para gerar discussões em equipes que lidam com educação e gestão de pessoas nas organizações. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário