29 de out de 2011

Crescimento econômico é a solução?

Desde o fim da Guerra Fria, e a "vitória" do Capitalismo, criou-se quase um consenso entre economistas, mídia e grande parte da sociedade civil de que o crescimento econômico é fundamental para gerar bem-estar, oportunidades e uma sociedade mais avançada.

Será que só isso basta?

Este TED discute uma outra visão.

Países mais ricos não tem necessariamente melhores índices de educação, saúde e violência. Por exemplo, nos Estados Unidos, a taxa de violência é muito maior do que no Japão e Noruega, embora os EUA tenha um PIB maior do que ambos.

Por que?

Com base em pesquisas que avaliaram a correlação entre PIB per capita, desigualdade social e diversos indicadores, fica claro que a desigualdade social gera uma sociedade mais doente, menos educada, mais violenta.

Portanto, para países que já possuem uma grande economia, a maior prioridade deveria ser distribuir a renda, em vez de manter o foco exclusivo no crescimento econômico.

Embora um pouco óbvia, esta conclusão precisa urgentemente ser compartilhada com os governantes dos Estados Unidos e alguns países da Europa, que criaram a crise econômica mundial de 2008 (que se extende até hoje), com base no excesso de crédito para sustentar uma cultura extremamente consumista e imediatista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário