28 de jul de 2011

Motivação 3.0 - Algumas Ferramentas


Defendo a ideia de que ninguém motiva ninguém. O máximo que podemos fazer é criar condições para que os outros se motivem.

Na mesma linha e contrariando o jargão corporativo, acredito que ninguém "desenvolve" ninguém. Como gestor de pessoas, o que podemos fazer é criar condições para que as pessoas cresçam e se desenvolvam enquanto indivíduos e profissionais.

Mas afinal, como criar estas condições?

Voltando à Motivação, gosto muito do livro Motivação 3.0 (leia mais a respeito aqui). Nele o autor cita também algumas ferramentas práticas para desenvolver a Motivação Intrínseca em indivíduos e grupos (as tais condições que citei acima).

Aqui vão 2 ferramentas:

Dia Fedex

Este conceito foi implementado inicialmente por uma empresa australiana de software, em meados de 2002. 

A ideia é simples: a cada trimestre, a companhia reserva um dia inteiro para seus engenheiros trabalharem no desenvolvimento do projeto que quiserem. Só há uma regra: precisa ser algo diferente do trabalho regular de cada um.

Os "Dias Fedex" tem sido uma importante ferramenta para manter um alto indíce de inovação na empresa.

Obs.: hoje sabemos que muitas empresas da chamada "Nova Economia" adotam esta idéia. Um exemplo é o Google, que sugere a cada funcionário, que utilize 20% do seu tempo no projeto que quiser. Eventualmente, o Google pode até se tornar sócio do novo projeto.

Que tal levar estes conceitos para a sua organização?


Tenha sempre por perto um cartão para lembrá-lo sobre seu Propósito

Pegue alguns cartões em branco. Em um dos cartões escreva sua resposta à seguinte pergunta: "O que faz você se levantar pela manhã?". Em seguida, do outro lado do cartão, escreva sua resposta à outra pergunta: "O que faz você ficar acordado à noite?"

Vá refinando suas respostas até atingir alguma que te agrada.

Utilize os cartões como uma bússola, verificando de tempos em tempos para ver se as respostas ainda são válidas. Caso não goste de uma ou ambas as respostas, ser pergunte: O que você vai fazer a respeito?

Nenhum comentário:

Postar um comentário