19 de ago de 2017

O Steve Jobs do século 19

Hoje fomos conhecer a casa e o laboratório de Thomas Edison, o famoso inventor.

Para quem gosta de história é um prato cheio.

Edison escolheu a cidade de West Orange, em Nova Jersey, perto de Nova York, para construir seu laboratório no final do século 19. Ficou lá por mais de 40 anos, até sua morte em 1931.

Hoje tudo isso é um parque nacional que pertence ao governo dos Estados Unidos. Por apenas US$ 10 dólares você pode visitar a fábrica, os laboratórios de Edison e sua mansão bela mansão vermelha.

É uma visita cheia de surpresas. Carros elétricos da garagem (2 modelos da década de 1910), o primeiro estúdio de cinema que existiu (notem o galpão preto abaixo), o escritório que ficava dentro da biblioteca e uma cama para tirar a soneca da tarde.

Edison trabalhava uma média de 100 horas por semana. Ao longo de sua vida, acumulou mais de 1000 patentes, um número absurdo até para os dias atuais.

Além da famosa invenção da lâmpada, Edison e sua equipe criaram uma série de equipamentos para gravar e reproduzir o som, câmeras de cinema, equipamentos de raio X, técnicas para fabricar cimento, borracha sintética e muito mais.

Acho que definir Thomas Edison como Steve Jobs do século 19 e início do século 20 talvez seja até pouco.

Quanto conforto temos hoje em dia... Tanta tecnologia a nossa disposição para criar, graças a gênios como ele. Que possamos fazer bom proveito da internet, dos meios de comunicação e transporte, para continuar criando um mundo melhor.

E sobre as 100 horas de trabalho por semana? Inaceitável neste mundo do politicamente correto em que vivemos. Mas será que o trabalho é trabalho quando você ama o que faz?








4 de ago de 2017

Vivendo nos EUA

Me mudei para os Estados Unidos há quase 1 ano. De lá para cá muita gente tem me procurado para saber como é a vida aqui. Por isso decidi começar a publicar uma série de vídeos no canal do Pessoas e Talentos com este tema.

Neste vídeo falo de forma breve sobre as diferenças entre viver nos EUA e no Brasil. Fique ligado para mais vídeos!


3 de ago de 2017

Uma razão por dia para ser grato


Todos temos nossos dias de altos e baixos. E não há mal nenhum nisso.

Mundo perfeito só existe no Facebook

Aqui, no mundo real, há pessoas que expressam seu melhor hoje e no dia seguinte sofrem. Pessoas confiantes hoje e frágeis amanhã. Pessoas lutando para colocar seu foco no momento presente e atormentadas pelos seus medos.

No mundo real também temos esta tendência de enxergar o copo mais vazio do que cheio...Olhar mais para o que está faltando do que agradecer pelo que já temos.

A verdade é uma só: somos imperfeitos. E afinal, o que há de errado nisso?

É por isso que a Psicologia Positiva tem dado um novo impulso ao Desenvolvimento Humano, em praticamente todas as áreas: negócios, educação, saúde, vida pessoal. A Psicologia Positiva aceita que somos imperfeitos e que o caminho por uma vida por mais Bem Estar está muito mais em maximizar nossos potenciais do que em sempre querer corrigir nossas fraquezas.

Eu sou uma pessoa que vivo no mundo real (apesar de ser usuário do Facebook e outras mídias sociais :)

E como muitos também tenho meus dias de olhar o copo mais vazio do que cheio. E foi por isso que decidi comprar uma caixinha de gratidão. Agora ela fica no meu escritório e todos que passam por lá podem tirar um cartão. Cada cartão tem uma mensagem que nos leva a agradecer pelas pequenas coisas da vida através de frases como estas:



"Não temos que nos levar tão a sério."

"Fomos capazes de aprender algumas coisas ao longo dos anos."

"Podemos nos reinventar - um pouco."


É incrível como "criar contexto", colocar objetos nos lugares certos na nossa casa, escritório, tem um poder imenso de nos relembrar algumas coisas...Acho que a caixinha funciona exatamente assim.

Se você quiser comprar, está no site da School of Life, que aliás possui uma sede em São Paulo, com ótimos cursos. Aproveite.