29 de jul de 2016

Como mudar uma organização?

Se queremos mudar uma organização, precisamos começar pela mudança nas ações e nos resultados.

Errado.

Nossos resultados são reflexos das ações realizadas. E estas dependem das crenças e das experiências que já possuímos.

Quer promover uma mudança efetiva?

>> Mude as crenças

>> Promova novas experiências, novos aprendizados

>> Mude as ações, faça de maneira diferente

Um grande erro dos gestores e das organizações quando se trata de mudança: ignorar que pessoas são feitas de crenças e experiências prévias. Uma mudança que começa pelos resultados e ações geralmente leva aos mesmos resultados e ações.

Para uma mudança efetiva precisamos mudar as crenças e a cultura da organização. Leva muito mais tempo, demanda muito mais energia. Geralmente um trabalho de longo prazo e por isso as organizações tem tanta dificuldade em implementar mudanças reais. A mentalidade de curto prazo ainda prevalece na maioria das organizações.


20 de jul de 2016

10 dicas para sua carreira

Não existe fórmula mágica para uma carreira, mas algumas dicas podem ajudar muito em nossa jornada.

Fazendo um curso, tive a oportunidade de assistir uma executiva mostrar suas "10 dicas de ouro" para uma carreira bem-sucedida e gostei muito.

Mantenho no formato original como recebi, em inglês:

1. Try different experiences early in your career (when you can afford to make a lot more mistakes)

2. You will never be 100% ready for the next position

3. Be uncomfortable, get out of your comfort zone

4. Deliver the short term, if not, there is no long term

5. Play to your strength

6. Go with your passion

7. Surround yourself with great people that complement you

8. Ensure you have strong mentor and sponsor support

9. "Stay hungry, stay foolish"

10. Take care of yourself

16 de jul de 2016

Cidades que Respondem


Muito bacana a iniciativa do site Change.org de criar uma plataforma unificada para fazermos abaixo-assinados por cidade.

Em breve todas as capitais do Brasil estarão na página.

A Democracia é um sistema em permanente evolução. A organização da sociedade para cobrar a classe política todos os dias do ano e não apenas em períodos eleitorais, é fundamental para termos cidades melhores.

Participe, divulgue, faça sua parte!

#CidadesQueRespondem


12 de jul de 2016

A atitude em relação à vida é o que conta


Sempre é mais fácil analisar o passado com o olhar do presente. 

Com o passar dos anos começamos a olhar para o passado e refletir sobre nossos acertos e os erros. 

Se eu tivesse escolhido uma outra carreira, como estaria agora?

E se tivesse aceitado aquela oferta de emprego?

Quais decisões acertadas tomei? 

Quais decisões eu mudaria se tivesse a experiência que tenho hoje?

Esta reflexão é muito importante para aprendermos com o passado e principalmente projetarmos nosso futuro.

De qualquer forma, erros e acertos nos caminhos que a vida nos apresenta são normais. Afinal, como o filósofo Mário Sérgio Cortella diz "não nascemos prontos".

O que mais importa não é tomar sempre a melhor decisão. Isso é impossível, pois vai na contramão da própria jornada da vida. Temos que cometer erros para que possamos aprender.

Se os erros virão quer a gente queira ou não, o mais fundamental reside em nossa atitude diante da vida. 

Há muitas pessoas no mundo com atitudes diferentes em relação à vida: 

Temos os otimistas, que olham sempre para frente, fazendo do limão uma limonada.

Temos as vítimas, que colocam sempre a culpa dos problemas e dificuldades no "sistema", na política, nos outros.

Temos aqueles que estão de bem com a vida, mesmo que vivendo com pouco.

Daria para contemplar algumas dezenas de pessoas com diferentes atitudes em relação à vida. Mesmo cada um de nós pode ter diferentes atitudes em diferentes momentos de nossa vida.

Podemos acertar ou errar em nossas decisões, mas se tivermos uma atitude construtiva em relação à vida, nossa chance de experimentar uma vida plena é bem maior.

Qual tem sido sua atitude em relação à vida?